D√ļvidas

O que é Ortodontia?

Ortodontia é uma especialidade odontológica que corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada.

Em que idade deve ser realizada a primeira consulta ao Ortodontista?

Não existe idade mínima, a época mais oportuna é no começo da troca dos dentes decíduos (de leite) pelos dentes permanentes, ou seja, no início da dentição mista.

O paciente adulto pode se submeter ao tratamento ortod√īntico?

Sim. Os pacientes adultos tem se submetido ao tratamento ortod√īntico para ajud√°-los a manter uma boa sa√ļde bucal (dentes tortos ou dentes que n√£o se encaixam s√£o dif√≠ceis de serem mantidos limpos) e melhorar sua est√©tica facial e do sorriso.

Quais raz√Ķes justificam o tratamento ortod√īntico em adulto?

M√°s oclus√Ķes, como grandes apinhamentos e discrep√Ęncias no relacionamento maxilo-mandibular.

Quais os tipos de aparelhos?

Podemos dividir em dois grupos:

  • Fixo-proporciona maior movimenta√ß√£o dos dentes e n√£o necessita de grande colabora√ß√£o do paciente.
  • Remov√≠vel- podem ser retirados a qualquer momento sendo que, o tratamento depende muito do paciente.

Podemos ainda dividir em ortod√īntico e ortop√©dico.

  • Ortodontico- aparelhos que realizam a movimenta√ß√£o dos dentes.
  • Ortop√©dicos- aparelhos utilizados nas corre√ß√Ķes esquel√©ticas (√≥sseas).

Qual o tempo de duração do tratamento?

√Č dif√≠cil prever o tempo de tratamento, pois este depende de v√°rios fatores: resposta biol√≥gica individual, tipo de m√° oclus√£o, tipo de aparelho utilizado e colabora√ß√£o do paciente.

Geralmente de 24 a 36 meses.

Se os pais possuem má posição dos dentes, o mesmo pode ocorrer com os filhos?

Sim. A herança genética contribui para a desarmonia dos dentes dos filhos. Mas este fator não é determinante, outros fatores como respiração bucal, sucção prolongada de dedo ou chupeta, deglutição atípica e anomalias dentais podem levar ao tratamento.

Existe a possibilidade de os dentes retornarem à posição original?

√Ä posi√ß√£o original, n√£o. Podem ocorrer pequenas acomoda√ß√Ķes p√≥s tratamento, que podem estar ligadas ao crescimento e √†s altera√ß√Ķes funcionais. Essa tend√™ncia √© controlada e minimizada atrav√©s de um bom planejamento, uma execu√ß√£o dentro das corretas t√©cnicas ortod√īnticas e a utiliza√ß√£o dos aparelhos de conten√ß√£o.

O que é cárie dental?

A cárie dentaria é uma doença infecciosa e contagiosa que afeta os tecidos mineralizados dos dentes. Elas só ocorrem quando há formação de placa bacteriana sob os dentes.

O que é placa bacteriana?

√Č uma pel√≠cula esbranqui√ßada que se deposita sobre os dentes e tecidos bucais, composta de bact√©rias, res√≠duos alimentares e saliva. Essa placa converte os a√ß√ļcares provenientes dos alimentos em √°cidos que podem causar a c√°rie e a doen√ßa periodontal.

A formação da placa é contínua e somente pode ser controlada por hábitos regulares e adequados de higiene bucal.

O que é tártaro?

√Č a placa bacteriana endurecida pela precipita√ß√£o dos sais minerais na saliva.

Se não for removido pode levar à perda óssea e inflamação gengival, o que denominamos de doença periodontal.

Para eliminar o t√°rtaro s√£o necess√°rios procedimentos realizados pelo dentista.

√Č normal que as gengivas sangrem?

Não, o sangramento é indicativo da existência de uma inflamação na gengiva que habitualmente está associada à presença da placa bacteriana.

Quando e como escovar os dentes?

Sempre ap√≥s as refei√ß√Ķes e principalmente √† noite, antes de deitar. V√≠deo ‚Äď www.colgate.com.br

Quando e como usar o fio dental?

√Č muito importante o uso do fio dental ap√≥s as refei√ß√Ķes e principalmente √† noite, ap√≥s a √ļltima escova√ß√£o. Todos os dentes de nossa boca possuem 5 lados expostos e todos eles tem de ser limpos.

Uma boa escova√ß√£o vai ser eficaz em limpar apenas 3 lados,por√©m as cerdas n√£o conseguem entrar nos espa√ßos entre os dentes. S√£o nessas superf√≠cies que o fio dental deve ser inserido com cuidado e com movimentos amplos – como o de‚ÄĚ lustrar sapatos‚ÄĚ- desde a gengiva at√© a parte superior do dente.Se houver sangramento,√© normalmente um indicativo de que existe uma inflama√ß√£o gengival e n√£o o que a maioria das pessoas pensa,de que o fio dental cortou a gengiva.

O que é periodontia?

√Č a especialidade odontol√≥gica respons√°vel pela preven√ß√£o e tratamento das doen√ßas que acometem os tecidos de sustenta√ß√£o e prote√ß√£o dos dentes (tratamento da gengiva e do osso).

O que é doença periodontal?

√Č uma infec√ß√£o, causada por bact√©rias, que afeta os tecidos que rodeiam os dentes; caracteriza-se pela forma√ß√£o de um espa√ßo indesej√°vel entre a gengiva e o dente, chamado de bolsa periodontal, a qual favorece o ac√ļmulo de res√≠duos alimentares e bact√©rias. A doen√ßa periodontal √© a principal causadora da perda de dentes em adultos.

Como posso saber se já tenho doença periodontal?

O sinal mais caracter√≠stico √© o sangramento, mas devemos estar atentos tamb√©m para: altera√ß√Ķes na posi√ß√£o dos dentes, mobilidade, retra√ß√Ķes gengivais, reten√ß√Ķes de alimento, incha√ßo etc.

Qual a causa da doença periodontal?

A placa bacteriana aderida ao dente √© a √ļnica causa, por√©m algumas altera√ß√Ķes na gengiva podem estar associadas a causas hormonais, uso de alguns medicamentos, queda de resist√™ncia etc.

Como o tratamento é realizado pelo cirurgião-dentista?

√Č feito com a remo√ß√£o da placa bacteriana aderida atrav√©s de raspagem e alisamento das ra√≠zes dos dentes. Quando os instrumentos de raspagem n√£o atingem toda √°rea da raiz comprometida, as cirurgias s√£o indicadas; para facilitar o acesso.

Uma vez tratada a doença periodontal, os tecidos recuperam-se integralmente?

N√£o, sempre ficam seq√ľelas, com exce√ß√£o das gengivites. A doen√ßa periodontal deixa como sequelas altera√ß√Ķes est√©ticas como: deslocamento na posi√ß√£o do dente, retra√ß√£o gengival com conseq√ľente aumento no comprimento do dente etc. Existem procedimentos cir√ļrgicos e prot√©ticos que podem miminizar esses defeitos.

De quando em quando se fazem os retornos para a manutenção após o tratamento?

As visitas para manuten√ß√£o devem assegurar a estabilidade da condi√ß√£o de sa√ļde alcan√ßada com o tratamento e, assim, evitar tanto a progress√£o da doen√ßa como a sua recidiva. Nos casos mais avan√ßados, recomenda-se uma periodicidade de 3/3 meses e de 4/6 meses para a maioria das pessoas.

√Č poss√≠vel prevenir a doen√ßa periodontal?

A sua prevenção pode ser feita unicamente removendo a placa bacteriana através de limpeza bucal doméstica com fio dental e escova, mais limpezas periódicas feitas pelo dentista.

Qual é a causa do mau hálito?

A halitose n√£o pode ser explicada por um √ļnico mecanismo. Existem casos de origem fisiol√≥gica (que requerem apenas orienta√ß√£o), patol√≥gica (que requerem tratamento), por raz√Ķes locais (feridas cir√ļrgicas, c√°ries, doen√ßas periodontais e outros) ou ainda por raz√Ķes sist√™micas (diabetes, dist√ļrbios renais, pris√£o de ventre e outros). S√£o v√°rias as causas e muitas vezes apresentam v√°rios fatores ao mesmo tempo.

Por que o portador da halitose não sente o seu próprio hálito?

Porque o olfato se adapta ao odor, por toler√Ęncia. O epit√©lio olfat√≥rio rapidamente se cansa ou fadiga, se acostumando ao odor e falhando na percep√ß√£o (fadiga olfat√≥ria). Em pouco tempo, o paciente com halitose se acostuma ao pr√≥prio mau h√°lito.

Quem são os pacientes com maior tendência a halitose?

Respiradores bucais, pacientes com sangramento gengival (doen√ßa periodontal), saburra lingual, altera√ß√Ķes sist√™micas (por exemplo, diabetes, doen√ßas hep√°ticas, etc), em dieta ou ainda aqueles que apresentam baixo fluxo salivar.

O que é a saburra lingual?

√Č um material viscoso e esbranqui√ßado ou amarelado, que adere ao dorso da l√≠ngua em maior propor√ß√£o na regi√£o do ter√ßo posterior. A saburra equivale a uma placa bacteriana lingual, em que os principais organismos presentes s√£o do tipo anaer√≥bio proteol√≠ticos, os quais conforme foi explicado para a halitose da manh√£, produzem componentes de cheiro desagrad√°vel no final de seu metabolismo. √Č uma pel√≠cula composta de c√©lulas descamadas, bact√©rias e detritos alimentares que aderem √† superf√≠cie da l√≠ngua. Ela √© respons√°vel por grande parte das halitoses. O grande desafio √© saber por que ela est√° se formando, pois mesmo realizando limpeza correta da l√≠ngua, alguns pacientes poder√£o continuar apresentando forma√ß√£o acentuada.

Como saber se sou portador de halitose?

A melhor forma √© perguntar a uma pessoa sobre seu conv√≠vio e de confian√ßa se o seu h√°lito est√° alterado e ou costuma ser forte. O portador que √© consciente de sua halitose tem um perfil receoso e angustiado. H√° pessoas que apenas acreditam possuir halitose. Para ambas as situa√ß√Ķes s√£o importantes o exame e um perfeito diagn√≥stico.

O que é implante?

√Č um parafuso de tit√Ęnio colocado na √°rea desdentada e que apresenta a capacidade de exercer as fun√ß√Ķes mastigat√≥rias de maneira semelhante aos dentes naturais.

Quero fazer um implante, mas tenho medo, o que fazer?

A instalação de um implante dentário é muito simples. Em caso de um implante unitário, não deve levar mais que 30 min.

Em geral há apenas um leve desconforto após a colocação de um implante.

Quais os riscos cir√ļrgicos?

M√≠nimo. A cirurgia √© normalmente realizada com anestesia local e √© muito menos traum√°tica do que outros procedimentos odontol√≥gicos. O p√≥s operat√≥rio √© muito tranquilo e na maioria dos pacientes n√£o tem qualquer inc√īmodo maior.

Qualquer paciente pode receber implante?

Praticamente todos os pacientes em bom estado geral (que não apresentam doenças de ordem médica) podem receber implante. Alguns fatores podem influenciar no sucesso do tratamento, como por exemplo, o fumo e a diabetes, devendo ser avaliados previamente.

Quanto tempo dura um implante?

Pode-se afirmar que em 95% dos casos, se os implantes n√£o forem perdidos nos dois primeiros anos de uso, durar√£o por grande parte da vida do paciente.

Em relação à capacidade de mastigação, vai melhorar após a colocação de implante?

Sim, os implantes apresentam resultados funcionais muito superiores aos obtidos por dentaduras e próteses removíveis.

Meus dentes podem ser clareados?

Sim. Qualquer pessoa pode ter seus dentes clareados, desde que eles estejam √≠ntegros, sem muitas restaura√ß√Ķes.

O clareamento altera as restaura√ß√Ķes?

N√£o. Mas o paciente precisa saber que talvez tenha de trocar ou retocar as restaura√ß√Ķes antigas uma vez que as restaura√ß√Ķes n√£o sofrem a√ß√£o dos clareadores, parecer√£o mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia est√©tica.

Como clarear meus dentes?

O clareamento é feito utilizando um gel oxidante, no consultório ou em casa.

No consultório o dentista protege a gengiva e aplica o agente oxidante forte. Pode utilizar laser, lad ou outra luz intensa para acelerar o processo.

Em casa, sob orientação do dentista, o paciente coloca em uma moldeira o gel oxidante de uso diário. Esse tipo de clareamento é simples eficaz.

Quantos dias são necessários no processo de clareamento doméstico?

O processo leva de 7 a 14 dias.

O dente clareado fica enfraquecido?

Não A estrutura dental não é afetada.

O dente clareado pode escurecer novamente?

Sim. Após 1 ou 2 anos pode haver a necessidade de manutenção.

O que é endodontia?

Endodontia ou tratamento de canal baseia-se em remover todo o tecido, vivo ou n√£o, da c√Ęmara pulpar e dos canais radiculares, selando-os em seguida.

Quais são os sintomas mais característicos para se indicar um tratamento de canal?

Dor espont√Ęnea, sem est√≠mulo, de forma latejante e que aumenta com o calor. Nesse caso, a polpa ainda est√° viva, por√©m inflamada. O uso de analg√©sico n√£o resolve.

J√° quando a polpa est√° necrosada, a dor √© localizada. H√° a sensa√ß√£o de ‚Äúdente crescido‚ÄĚ e dor ao mastigar. Pode ocorrer edema localizado.

√Č dolorido o tratamento?

Com o uso da anestesia o tratamento é indolor e às vezes, nos casos de polpa mortificada, nem é preciso anestesiar. Pode ser desconfortável por ser necessário permanecer longo período com a boca aberta.

O que fazer em caso de avulsão (quando o dente sair por inteiro da boca) após um acidente?

Lave-o e tente recolocá-lo (se for dente permanente); se não conseguir, coloque-o em um copo com soro fisiológico, leite ou água filtrada e leve-o imediatamente ao cirurgião dentista.

O que fazer quando ocorre fratura do dente?

Leve o fragmento dentário até o dentista, de tal maneira que esteja hidratado, como mencionado acima. Vale lembrar, que quanto mais rápido, maior possibilidade de conseguir resultados positivos no tratamento a ser realizado.

Quando houver trauma no dente de leite e este sair por inteiro, o que fazer?

O dente de leite n√£o deve ser recolocado na boca, como no caso do permanente. Isso porque o germe do dente permanente est√° embaixo da raiz do dente de leite, o que poder√° causar algum dano ao permanente.

Como agir frente a um traumatismo dent√°rio?

Ap√≥s o socorro inicial, no que diz respeito ao dente em si, deve-se procurar o dentista rapidamente, sempre atento para informar onde ocorreu o trauma (√© importante relatar o local para que o dentista avalie se h√° a necessidade de tomar vacina antitet√Ęnica ou n√£o), como ocorreu o trauma (a fim de detectar a gravidade do caso) e quando ocorreu o trauma, fornecendo ao dentista as informa√ß√Ķes necess√°rias para que sejam tomadas as devidas provid√™ncias.

Qual a causa?

Os principais fatores que podem levar ao aparecimento do c√Ęncer de boca s√£o: o fumo e bebida alco√≥lica em excesso que, quando est√£o associados, o risco da doen√ßa √© maior.

No caso de c√Ęncer de l√°bios, a exposi√ß√£o ao sol √© o principal fator, seguido do fumo.

Como aparece?

O c√Ęncer de boca aparece geralmente como uma √ļlcera (ferida) que no in√≠cio n√£o d√≥i e n√£o cicatriza. Cresce continuamente. O c√Ęncer de boca tamb√©m pode se apresentar como altera√ß√£o de cor (manchas brancas, vermelhas e/ou pretas) e aumento de volume (‚Äúcaro√ßos‚ÄĚ, ‚Äúcarnes crescidas‚ÄĚ, ‚Äúbolinhas‚ÄĚ).

“Ferida” na boca que n√£o desaparece em 21 dias, deve ser avaliada por um cirurgi√£o dentista.

Como é feito o diagnóstico?

A principal forma de se detectar precocemente o c√Ęncer bucal √© pelo auto exame da boca.Quando qualquer altera√ß√£o for encontrada,deve-se procurar o dentista que ir√° avaliar a necessidade ou n√£o de uma bi√≥psia(remo√ß√£o de pequeno fragmento para exame microsc√≥pico)para confirma√ß√£o ou n√£o do diagn√≥stico.

Como é o tratamento?

Após o diagnóstico realizado pelo cirurgião dentista, o paciente será encaminhado para o tratamento oncológico,que é feito basicamente por meio de cirurgia,associada ou não a radioterapia e quimioterapia.

O c√Ęncer de boca tem cura?

Sim. Se diagnosticado no in√≠cio e tratado de maneira adequada, o c√Ęncer pode ser curado na maioria dos casos. No Brasil, metade deles √© diagnosticado tardiamente. A melhor maneira de reverter essa situa√ß√£o √© com a informa√ß√£o e auto-exame de boca.

Quais materiais s√£o utilizados em restaura√ß√Ķes est√©ticas?

S√£o basicamente dois: as cer√Ęmicas e as resinas compostas.

Os trabalhos em cer√Ęmica demandam o aux√≠lio de laborat√≥rio de pr√≥tese. Os cirurgi√Ķes dentistas preparam o dente e moldam. Esta moldagem √© encaminhada ao laborat√≥rio e posteriormente fixada pelo dentista.

As resinas podem ser executadas no consultório ou em laboratório como as porcelanas.

Vale a pena trocar restaura√ß√Ķes met√°licas nos dentes posteriores por restaura√ß√Ķes da cor do dente?

A troca de uma restaura√ß√£o met√°lica por uma est√©tica vai depender do motivo. Se for para resolver um problema que envolva a sa√ļde do dente, como uma fratura de restaura√ß√£o pr√© existente ou mesmo retratamento de c√°rie, n√£o se discute sobre a troca. Mas se for puramente est√©tico, devemos considerar fatores como desgaste do dente, custo e estado da restaura√ß√£o existente.

Uma restauração de material estético tem a mesma durabilidade que uma restauração de amalgama?

Existem, na boca de pacientes, restaura√ß√Ķes de am√°lgama em bom estado e com desempenho funcional perfeito h√° mais de vinte anos, assim como existem restaura√ß√Ķes em mau estado feitas h√° pouco tempo. As t√©cnicas restauradoras est√©ticas atuais s√£o relativamente novas se comparadas com a do am√°lgama e a das restaura√ß√Ķes met√°licas indiretas (feitas em laborat√≥rio). Todavia, j√° temos acompanhamento cl√≠nico com excelentes resultados de restaura√ß√Ķes est√©ticas. A durabilidade de uma restaura√ß√£o depende de uma s√©rie de fatores, alguns diretamente relacionados com o cirurgi√£o-dentista e outros, com o paciente.

Como √© feita a manuten√ß√£o das restaura√ß√Ķes est√©ticas?

A manuten√ß√£o das restaura√ß√Ķes est√©ticas est√° inserida no contexto de manuten√ß√£o da sa√ļde bucal do paciente. O controle da higiene bucal, as profilaxias peri√≥dicas, como tamb√©m as reavalia√ß√Ķes cl√≠nicas do estado das restaura√ß√Ķes prolongam a vida √ļtil desses trabalhos. Pequenos reparos de poss√≠veis falhas como manchamento superficial e pequenas fraturas podem ser realizadas com facilidade pela mesma t√©cnica adesiva usada na confec√ß√£o das restaura√ß√Ķes est√©ticas.

Devo me preocupar em caso de atraso na vinda dos primeiros dentes de leite?

N√£o, pois a idade m√©dia normal para o nascimento √© por volta de 6 meses de idade. Um atraso em torno de mais 6 ou 8 meses ainda poder√° ser considerado dentro dos padr√Ķes da normalidade em nossa popula√ß√£o. Tamb√©m poderemos ter dentes de leite que erupcionam (nascem) antes do prazo m√©dio, ou seja, logo ap√≥s o nascimento (“dente natal”), ou por volta de 2 a 3 meses de idade (“dente neonatal”). Se isso ocorrer, procure o odontopediatra.

Quando nascer os dentes do bebê, poderá ocorrer febre ou diarréia?

Sim. Ao nascimento dos dentes do bebê, poderão ocorrer alguns sintomas, como coceira e abaulamento da gengiva, com aumento da salivação, estado febril, e até as fezes podem ficar mais líquidas. Para ajudar o rompimento dos dentinhos e melhorar esse desconforto, deveremos oferecer ao bebê alimentos mais duros e mordedores de borracha para massagear a gengiva.

Se os dentes de leite são temporários, por que é importante tratá-los?

A presen√ßa dos dentes de leite √© muito importante porque prepara o caminho (guia) para a erup√ß√£o dos dentes permanentes, mantendo em equil√≠brio harm√īnico o crescimento das estruturas da face (dentes, ossos e m√ļsculos); proporciona uma mastiga√ß√£o e degluti√ß√£o adequadas dos alimentos e conseq√ľente digest√£o. Um dente de leite comprometido seriamente por um processo de c√°rie poder√° levar a uma infec√ß√£o, acarretando a m√° forma√ß√£o do dente permanente. Al√©m disso, quando deparamos com crian√ßas esteticamente comprometidas, percebemos que ocorrem nelas uma dificuldade de comunica√ß√£o e integra√ß√£o social.

No caso de perda do dente de leite por trauma (bater a boca), qual procedimento dever√° ser tomado?

Se a criança bater a boca, deverá procurar o odontopediatra, para o exame e a radiografia da região atingida, fazendo uma avaliação do caso. Se houver trauma, guardar o fragmento em soro fisiológico, para tentar o procedimento clínico de colagem. Caso ocorra perda do dente, levar o mesmo, em soro fisiológico ou leite, ao odontopediatra, onde será feita a avaliação do procedimento adequado.

O uso da mamadeira estraga os dentes?

O uso da mamadeira ap√≥s a erup√ß√£o dos dentes poder√° levar a chamada c√°rie de mamadeira, quando apresentar um uso descontrolado e cont√≠nuo. O fato de se adicionar outro componente, como a√ß√ļcar e cereais, leva a um aumento da c√°rie. Tamb√©m recomendamos que a mamadeira noturna seja suspensa t√£o logo erupcione o 1″ dente; caso haja dificuldade, poder√° se oferecer √°gua pura. Assim, a Academia de Pediatria Americana recomenda que o uso da mamadeira dever√° ser interrompido dos 9 meses ao 1″ ano de vida. Essa redu√ß√£o dever√° ser gradual.

Quando deve ser iniciada a escovação dos dentes de leite?

A escovação dos primeiros dentes deverá ser iniciada assim que estes estejam erupcionando, com escova infantil e de cerdas macias. Antes da erupção dos dentinhos, a boca e a gengiva do bebê já deverão ser limpas com a ponta de uma fralda ou com gaze embebida em água filtrada. Os hábitos de higiene, aprendidos quando criança, serão levados para a vida adulta.

A aplica√ß√£o do fl√ļor deve ser iniciada na denti√ß√£o de leite?

A aplica√ß√£o de fl√ļor no consult√≥rio dent√°rio dever√° ser iniciada j√° na denti√ß√£o de leite (denti√ß√£o dec√≠dua), assim que esta esteja completa por volta de 2 anos e meio a 3 anos de idade. 0 fl√ļor √© um dos agentes importantes na redu√ß√£o da c√°rie dent√°ria (que √© uma doen√ßa infecto-contagiosa), em conjunto com outros m√©todos de preven√ß√£o, tais como a escova√ß√£o e a dieta equilibrada, al√©m do consumo de √°gua fluoretada.

0 uso da chupeta (ou mesmo chupar o dedo) faz os dentes entortarem?

Sim. A chupeta ou a sucção do dedo leva a um desequilíbrio das arcadas dentárias e à má posição dos dentes. O hábito da chupeta deverá ser interrompido por volta dos 3 anos de idade, quando a criança já está consciente de suas vontades e não requer mais a compensação de sugar. Portanto, devemos encorajá-la a deixar o hábito, sendo, às vezes, uma troca agradável e consciente. A retirada do hábito de sucção do dedo requer mais consciência por parte da criança, força de vontade e sua colaboração, que poderá acontecer um pouco mais tarde. Nos casos mais severos, a avaliação de um psicólogo é recomendável.

0 uso de antibiótico pode manchar os dentes de leite?

0 antibiótico que mais poderá levar a manchas nos dentes de leite é a tetraciclina, quando administrada durante a gestação em grande quantidade e longa duração. 0 mesmo pode acontecer para os dentes permanentes quando administrado à criança logo após o nascimento.

O que é fluorose?

√Č a altera√ß√£o que ocorre devido ao excesso de ingest√£o de fl√ļor, durante a forma√ß√£o dos dentes. Ela se manifesta principalmente pela altera√ß√£o de cor do esmalte, que pode assumir uma tonalidade esbranqui√ßada ou exibir pequenas manchas ou linhas brancas. Nos casos mais graves, adquire uma colora√ß√£o acastanhada ou marrom, podendo haver perda de estrutura dental; nesses casos, torna-se mais fri√°vel, mais f√°cil de desgastar fisiologicamente. Muitos trabalhos apontam como causa da fluorose a utiliza√ß√£o de gotas e comprimidos contendo fl√ļor, inclusive muitos complexos vitam√≠nicos recomendados pelos pediatras. Atualmente, a maior causa de fluorose √© a ingest√£o de produtos fluoretados em locais onde j√° existe √°gua fluoretada, sendo que o mais comum √© o dentifr√≠cio fluoretado, que muitas crian√ßas engolem durante a escova√ß√£o. O enxaguat√≥rio contendo fl√ļor tamb√©m poder√° contribuir se for indicado para crian√ßas que ainda n√£o tenham controle adequado da degluti√ß√£o.

Durante a gravidez, devo ingerir suplementos de fl√ļor?

Na gravidez n√£o √© necess√°rio ingerir suplementos de fl√ļor, pois se sabe que a principal a√ß√£o preventiva √© a t√≥pica, ou seja, a que se d√° pelo contato do fl√ļor na boca com os dentes. Al√©m disso, na gestante que ingere √°gua fluoretada, o fl√ļor passa para o beb√™ atrav√©s da placenta.

Pode ocorrer fluorose em dentes de leite?

A fluorose em dentes dec√≠duos possui caracter√≠sticas semelhantes √†s da fluorose em dentes permanentes. N√£o √© comum, pois s√≥ pode ocorrer nos dentes cuja mineraliza√ß√£o se d√° ap√≥s o nascimento. A por√ß√£o formada na vida intra-uterina, mesmo que a gestante ingerisse ligeiro excesso, receberia prote√ß√£o da placenta, que √© uma barreira semiperme√°vel que deixa passar apenas uma parte do fl√ļor circulante.

Quando ocorre fluorose nos dentes de leite, os permanentes também serão acometidos?

Não. A fluorose não passa de uma dentição para outra, pois ela ocorre durante o período de formação dos dentes, e dentes de leite e permanentes se formam em épocas muito diferentes. Mesmo na dentição permanente ela pode afetar alguns dentes e não afetar outros, ou ainda afetar dentes diferentes com grau de severidade diversos. Tudo depende da época que ocorreu o excesso de ingestão e da época de formação dos dentes. O período de maior risco para a ocorrência de fluorose é até os 6 anos de idade, quando estão se formando as coroas dos dentes anteriores, pois se sabe que o maior problema da fluorose é quanto à estética.

Os dentes com fluorose s√£o mais fracos?

Os dentes com fluorose são ligeiramente mais resistentes à cárie dental, mas não são imunes a ela. Portanto, se o indíviduo tiver dieta e microrganismos cariogênicos, exibindo atividade de cárie, deve receber a mesma atenção preventiva que outro paciente sem fluorose.

Se eu usar dentifrício fluoretado para escovar os dentinhos do meu filho de 2 anos, ele correrá o risco de ter fluorose?

Ele corre o risco de ter fluorose se o dentifr√≠cio for usado indiscriminadamente, sem cuidado. Se o seu filho engolir muito dentifr√≠cio, ele poder√° apresentar fluorose, principalmente se morar em regi√£o com √°gua fluoretada (como S√£o Paulo, por exemplo). Isto ocorre porque nessa idade as crian√ßas ainda n√£o sabem controlar a degluti√ß√£o e nem cuspir adequadamente e acabam ingerindo quantidade acima daquela segura para seu peso. Recomenda-se o uso de dentifr√≠cio sem fl√ļor

Meu filho de 12 anos faz aplica√ß√£o de fl√ļor no dentista, usa pasta fluoretada e faz bochechos diariamente com solu√ß√£o fluoretada. Ele corre o risco de ter fluorose?

N√£o, pois todos os seus dentes j√° est√£o com as coroas formadas nessa idade. Entretanto, nem sempre √© necess√°rio usar todos os tipos de produtos com fl√ļor dispon√≠veis no mercado: o dentifr√≠cio deve ser utilizado por todos os indiv√≠duos, mas os bochechos e as aplica√ß√Ķes t√≥picas profissionais devem ser utilizados levando-se em considera√ß√£o a atividade de c√°rie de cada um.

O que fazer nos casos de fluorose?

A descoberta da fluorose n√£o traz grandes mudan√ßas do ponto de vista pr√°tico, a n√£o ser nos casos em que a est√©tica √© muito prejudicada e come√ßa a incomodar o paciente. A maioria dos casos observados atualmente √© de fluorose muito leve ou leve, em que as manchas ou linhas brancas ficam disfar√ßadas quando o dente est√° √ļmido, n√£o sendo necess√°rio nenhum tratamento; se for necess√°rio melhorar a est√©tica, existem algumas t√©cnicas dispon√≠veis, que v√£o de um microdesgaste do esmalte at√© t√©cnicas restauradoras tradicionais. Mas, do ponto de vista pr√°tico, o mais importante √© prevenir.

Selecione o tema